Biblioteca de Babel (128): Tulcaze

Tulcaze é, ao mesmo tempo, o nome de um povo, de uma língua, um nome próprio e o título de um livro. O único livro escrito em tulcaze, que conta a história de Tulcaze, que fundou a civilização tulcaze.

No auge da civilização (ouso dizer do império) tulcaze, o livro era um extenso tratado que cobria quase todos os aspectos do conhecimento humano. Porém, a cada tulcaze que morria, uma ou mais palavras eram eliminadas da língua (e do livro). Hoje, no último povoado tulcaze, restam pouco mais de cinquenta almas que mal conseguem usar o idioma materno para se comunicar, reservando-o apenas para usos rituais.

Há 13 anos não nascem crianças tulcazes. Acredita-se que Tulcaze, hoje adolescente, será a última testemunha dessa história. Quando morrer, morrerão igualmente o povo, a língua e o livro, que perderá sua última palavra — “Tulcaze”, naturalmente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s