Arquivo do dia: terça-feira, 24/2/2015

Biblioteca de Babel (127): Doze Contos Inacabados

O que há de mais intrigante nesta coletânea é que todos os contos parecem perfeitamente acabados. Seguem, quase todos, uma estrutura linear, com começo, meio e fim (três deles terminam com a morte do protagonista, outros com alguma forma convincente de fim de jornada). Mesmo os que são menos convencionais levam a algum tipo de conclusão.

Poderia se argumentar que, os fins estando sempre corretos, o que há de inacabado são os inícios. Pelo contrário, cada conto abre com uma frase magistral que já desencadeia a narrativa. Os meios também são primorosos. Seria a escrita? Também não. Cada palavra parece ter sido esculpida com todo o cuidado para encontrar seu lugar no texto.

Ao que parece, os contos foram dados como inacabados porque estão até hoje à espera de uma leitura que os complete.

Anúncios