Postais do Exílio (134): À Palavra Desconhecida

O monumento é uma escultura. Ela representa algo que já teve um nome na língua local, que porém caiu em desuso há tanto tempo que ninguém mais dela se lembra.

Na falta de um nome, não se sabe o que o monumento homenageia, sequer se é algo que existe (mas que hoje se chama de outra forma) ou se deixou de existir há ainda mais tempo que a palavra esquecida. Críticos de arte, pelo mesmo motivo, não chegam a um consenso sobre o caráter da obra – se abstrata ou figurativa. Políticos discutem se não seria mais prudente derrubá-la. Pombos, indiferentes, emporcalham-na do mesmo jeito.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s