Biblioteca de Babel (118): Diário de Abdera

Registra detalhadamente cada dia da expedição de Abdera, enviada em 940 AC pelo rei fenício Hirão I para explorar a Lua.

Ao que parece, o navio saiu de Tiro com a missão de buscar pedras lunares que, por orientação dos astrólogos fenícios, seriam cedidas para a construção do Templo de Salomão. O diário mostra como Abdera cruzou o Mediterrâneo, atravessou as Colunas de Hércules e seguiu para o Norte, para o atual Golfo de Cádiz.

A partir daí a história fica confusa.

Não há consenso sobre a rota tomada pelos fenícios. Alguns intérpretes afirmam que a descrição é consistente com uma navegação em torno da Península Ibérica e depois subindo rumo às Ilhas Britânicas. Estranhas Ilhas Britânicas de clima tropical! Outros dizem que a terra encontrada por Abdera é na verdade a América – mas não explicam a omissão de várias semanas de travessia do Atlântico. Uma descida para a África também não explica boa parte do relato.

Na verdade, existem apenas duas explicações possíveis: ou Abdera chegou de fato à Lua em seu navio, e de lá trouxe as pedras encomendadas por Hirão, ou tirou férias no Norte da África, voltou com pedras comuns e mentiu no seu diário. Sabe-se, porém, que os marinheiros fenícios jamais mentiam. Não sobre viagens, pelo menos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s