Bestiário (144): Gorotujo

“O mosquito, mesmo tão pequeno, sabe muito bem que é um animal de rapina. Mas pelo menos ele só quer meu sangue para encher a barriga, e não para guardá-lo num banco”, dizia D.H. Lawrence.  Pois é isso que faz o gorotujo. epois de sugar o sangue de suas vítimas, volta para sua toca onde cospe tudo de volta.

Lawrence provavelmente ainda perdoaria o inseto se os coágulos que se formam servissem, no fim das contas, para ele comer. Ou seus filhotes. Mas não. O gorotujo não come sangue. Come os outros insetos que tentam entrar na sua toca, atraídos pelo cheiro.

No fim das contas, não deixa de ser um banqueiro.

Anúncios

2 Respostas para “Bestiário (144): Gorotujo

  1. Taí uma espécie que não corre risco de extinção!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s