Biblioteca de Babel (105): O Mar e o Velho

“Ele era um velho marlim que nadava sozinho na Corrente do Golfo”, diz a primeira linha dessa novela. A história é simples e bem conhecida por aqueles que leram “O Velho e o Mar” de Hemingway. A diferença é que ela é contada do ponto de vista do peixe, e não do de Santiago.

São longas páginas acompanhando a luta do magnífico animal depois de fisgado, usando toda a sua energia e o melhor da sua estratégia para derrotar o pescador. Até que ele finalmente adormece, sonhando com leões marinhos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s