Criptoetimologia (68): Tambor

É cada vez mais desacreditada a hipótese de que a palavra seja originada do árabe ṭanbūr: este, afinal, é um tipo de alaúde, assim como a tambura indiana ou a tamburica espanhola, essas sim suas cognatas.

Tambor, porém, é percussão. Portanto, a história é outra.

O nome surgiu nos porões dos navios, das antigas birremes e trirremes romanas, onde o compasso dos remadores era marcado pelas batidas do contramestre num grande tímpano. A monótona marcação era acompanhada por um canto que reproduzia o som, primeiro da batida da baqueta, depois do couro sendo abafado com a mão: TAM-bor, TAM-bor, TAM-bor. E dessa onomatopeia veio o nome do instrumento.


Este foi o milésimo post do Almanaque. Obrigado por continuar vindo aqui.

Anúncios

3 Respostas para “Criptoetimologia (68): Tambor

  1. A Noemi Jaffe escreveu uma obra chamada A Verdadeira História do Alfabeto e Alguns Verbetes de Dicionário. É a cara desse teu blog, talvez você se encontre muito nesse livro. Saiu recentemente, pela Companhia das Letras.
    Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s