Dramatis Personæ (175): Aglaia

Fotografa a escuridão. Não a noite, não a obscuridade, não a penumbra, nem as siluetas recortadas contra o lusco-fusco da madrugada. Apenas a escuridão pura e total, num quarto vedado à prova de qualquer raio de luz.

Seus retratos, garante, captam a essência das pessoas. Quem posa para ela, afinal, não se preocupa com o que vai mostrar ou esconder.

Nos seus negativos transparentes se revela a verdade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s