Criptoetimologia (66): Otário

Na Roma Antiga, vendedores ambulantes ou empregados de pequenos comércios recebiam como pagamento a sexta parte (sextavus) do produto de suas vendas. Quem trabalhava neste regime era conhecido como sextarium.

Alguns patrões mais inescrupulosos, aproveitando a chegada de bárbaros de diversas origens a partir do século III, começaram a renegociar o padrão tradicional. Passaram a oferecer não mais um sexto, e sim um oitavo (octavus) dos ganhos. Quem aceitava essa redução era chamado de octarium.

Por extensão, otário passou a ser todo aquele que se deixa enganar numa transação qualquer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s