Criptoetimologia (65): Gambiarra

No ano de 1588, em pleno período da União Ibérica, D. Antônio de Portugal (chamado de Prior do Crato) tentou de todas as formas obter o apoio da Inglaterra às suas pretensões sobre o trono português. Prometeu a Isabel I todo tipo de facilidades no comércio com o Brasil e os Açores; ofereceu reforços  para a luta contra a Áustria; finalmente, cedeu os direitos sobre a rota de comércio na região do Rio Gâmbia (aproximadamente, a área onde hoje fica a República da Gâmbia).

A expectativa era de que, em troca de tantos favores, Isabel I ajudasse o nobre português a expulsar Filipe I de Lisboa. Mas Antônio do Crato ficou a ver os navios ingleses partindo e voltando, carregados de mercadorias, e morreu em 1595. Portugal só recuperaria sua autonomia em 1640.

Devido ao fracasso da negociação, o apoio recebido dos ingleses em troca do comércio na Gâmbia foi chamado de “gambiarra”, desde então sinônimo de coisa mal feita.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s