Dramatis Personæ (170): Gina

É a última (no sentido de a mais nova, mas provavelmente também no de derradeira) sensação da indústria fonográfica mundial.

Percebendo que a digitalização tornara obsoleto o conceito de “álbum”, fragmentando o consumo de música em arquivos isolados, Gina partiu numa direção oposta. Em vez de gravar canções, passou a lançar discos vazios.

Dá preferência ao LP, embora também lance compactos, CDs e até cassetes. Neles, nada além de capa e encartes. Mas que capas! Que encartes! Fotos, grafismos, anotações, comentários e fichas técnicas detalhadas de gravações inexistentes, para serem acompanhados atentamente ao som de qualquer MP3 que o ouvinte tenha baixado.

Seu maior desafio agora é a primeira turnê. Críticos se perguntam se ela conseguirá repetir, ao vivo, a experiência com que os fãs já se habituaram. A julgar pelos cartazes, porém, será um sucesso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s