Biblioteca de Babel (95): Voz Interior

Saudado unanimemente pela crítica como uma bem-vinda renovação na poesia contemporânea logo em seguida à sua publicação, o livro no entanto foi mais tarde apontado como uma fraude. E todos se surpreenderam por terem sido enganados tão facilmente quando a verdade estava na cara.

O suposto autor, cuja estreia na poesia havia sido tão festejada, acabou finalmente desmascarado. Conhecido até então pelo seu talento de ventríloquo, revelou-se que ele meramente assinara os poemas que na verdade haviam sido escritos pelo seu boneco.

Aguarda-se para breve o novo livro a ser escrito pelo poeta verdadeiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s