Bestiário (132): Pingúcio

Come apenas frutinhas fermentadas. Da mesma árvore em que faz seu ninho, por comodidade e para não se perder na volta. Depois de algum tempo comendo começa a piar, primeiro com empolgação mas logo depois melancólico.

A dança do acasalamento é confusa e espalhafatosa. Acabam procriando apenas os poucos que continuam de pé ao fim de horas e horas, produzindo uma geração ainda mais resistente.

Os ovos de pingúcio são deliciosos, especialmente quando misturados com cerveja preta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s