Biblioteca de Babel (92): Partículas Narrativas Elementares

Muriel Rukeyser dizia que “o mundo não é feito de átomos, e sim de histórias”. Empédocles, por sua vez, teorizava que “os elementos estão em perpétua mudança, ora unidos pelo Amor, ora afastados pelo Ódio”. Partículas Narrativas Elementares parte desta última premissa para concluir que, na verdade, os átomos são feitos de histórias.

Amor e Ódio, afinal, são apenas os dois extremos que resumem a imensa gama de relações que podem existir entre personagens. E são essas interações – entre glúons, bósons, nêutrons – que contam a história de como surgiram o selênio, o zinco, o potássio. Tudo isso é tradutível da linguagem dos físicos para a dos contos. Basta conhecer o código.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s