Postais do Exílio (106): Estádio Municipal de Pelada

A inexistência de qualquer clube de futebol profissional ou mesmo de uma equipe inscrita nas ligas amadoras, fosse na cidade ou nos arredores, não impediu o prefeito de inaugurar com pompa o estádio, em cumprimento de uma promessa de campanha. Mas levou a modificações no projeto.

Como não haveria a possibilidade de jogos oficiais, o estádio foi o primeiro do mundo projetado apenas para receber peladas. O campo é de terra batida, e em declive. Para compensar, o gol do campo de cima é mais largo que o do campo de baixo. Numa das laterais, o campo termina numa mureta, com a qual é permitido tabelar.

O maior problema das peladas disputadas no estádio é a casa vizinha, onde às vezes as bolas vão parar, sendo então diligentemente furadas por uma funcionária da prefeitura, que cumpre a tarefa aos palavrões.

Anúncios

2 Respostas para “Postais do Exílio (106): Estádio Municipal de Pelada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s