Bestiário (125): Corvorino

Enquanto os corvos – sejam criados ou não – arrancam olhos de forma até proverbial, os mais sutis corvorinos – sejam criados ou não – arrancam olhares. De surpresa, de admiração, de ternura, de ódio.

À medida que o corvorino vai bicando, a pessoa vai ficando sem expressões, limitada a um rosto baço e anódino. Até que só lhe reste aquele olhar que mal é um olhar, olho de peixe morto.

É então que chegam os corvos.

Anúncios

2 Respostas para “Bestiário (125): Corvorino

  1. Kristen Stewart do Crepúsculo define?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s