Postais do Exílio (104): Ponte basculante de Udrula

Em Udrula, a ponte basculante sobre o rio que corta a cidade funcionou perfeitamente bem durante muitos anos. Até o dia em que os responsáveis pelo sistema de elevação de cada um de seus braços brigaram.

O motivo da briga até hoje não foi bem explicado. Dizem que foi por amor, ou por jogo, ou porque seus relógios estavam dessincronizados e os dois, não se entendendo quanto a que horas são, também se recusaram a ceder um ao outro a palma de saber a hora certa.

Certo é que, desde então, quando um dos braços da ponte se levanta, o outro sempre baixa. E vice-versa.

Anúncios

2 Respostas para “Postais do Exílio (104): Ponte basculante de Udrula

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s