Postais do Exílio (104): Ponte basculante de Udrula

Em Udrula, a ponte basculante sobre o rio que corta a cidade funcionou perfeitamente bem durante muitos anos. Até o dia em que os responsáveis pelo sistema de elevação de cada um de seus braços brigaram.

O motivo da briga até hoje não foi bem explicado. Dizem que foi por amor, ou por jogo, ou porque seus relógios estavam dessincronizados e os dois, não se entendendo quanto a que horas são, também se recusaram a ceder um ao outro a palma de saber a hora certa.

Certo é que, desde então, quando um dos braços da ponte se levanta, o outro sempre baixa. E vice-versa.

Anúncios

4 Respostas para “Postais do Exílio (104): Ponte basculante de Udrula

  1. This arclite is a home run, pure and simple!

  2. article on Joel Runyon’s “Blog of  Impossible Things” and the title was “Get Disciplined, Not Motivated“. The main point of the article was that motivation was about feelings and it was rarely ever

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s