Dramatis Personæ (141): Nivaldo

Não é que sofra de esquizofrenia, nem de dupla (aliás múltipla) personalidade. O problema é outro.

Nivaldo é sempre um só, sempre ele mesmo. Mas às vezes alguns de seus órgãos se excedem e controlam o resto do corpo.

Há dias em que seu comportamento é figadal. Noutros, ele é só coração. Às vezes parece uma pilha de nervos, para no dia seguinte adotar um temperamento sanguíneo.

Essa, pelo menos, é a sua explicação para as constantes mudanças de temperamento. “É garganta”, criticam os amigos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s