Criptoetimologia (49): Joelho

O Houaiss ignora que “joelho”, no Rio de Janeiro, é também o nome de um salgado feito de massa de pão, recheado com presunto e queijo. Em São Paulo, é chamado de “bauruzinho” – não confundir com o sanduíche Bauru, do Ponto Chic, cuja história não vem ao caso.

O lanche em questão aqui tem sua origem ligada à extinta Casa Chantal, que nos dias de glória foi frequentada por Rui Barbosa e João do Rio. Hoje, no seu lugar, perto da Praça Tiradentes, existe uma drogaria.

Pois a Casa Chantal foi a primeira a oferecer o quitute, chamado inicialmente de “chantalet de queijo e presunto”. E arrumação dos quitutes na vitrine deixava-o sempre na prateleira logo abaixo da que recebia as coxinhas de galinha.

O poeta Emílio de Menezes, que gostou da novidade e que não deixava passar a oportunidade de um chiste, chamou o salgado de joelho: afinal, era o que estava logo abaixo da coxa. O apelido pegou, a receita se difundiu e hoje o joelho de queijo e presunto é encontrado em qualquer lanchonete do Rio. Menos na Chantal, é claro.

Anúncios

3 Respostas para “Criptoetimologia (49): Joelho

  1. Muito bom, vou propagar esta explicação, junto com a do largato, já que estamos falando de comida.

  2. Em Niterói, o mesmo salgado é conhecido como italiano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s