Bestiário (106): Capa-Azul

Durante muitos anos pensou-se que a baleia-azul era o maior animal do planeta. Hoje sabe-se que não. Sabe-se, aliás, que a baleia-azul não é sequer azul.

A cor, na verdade, se deve à capa-azul, que recobre inteiramente o seu corpo, e é portanto o mais extenso dos seres vivos.

Capas-azuis parasitam as baleias desde o nascimento – na verdade, desde o útero – até a morte. Seus corpos são extremamente delgados, tendo a espessura de uma célula de epitélio em alguns pontos.

Suspeita-se que capas de outras cores recubram outros animais. Talvez o homem, inclusive.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s