Bestiário (98): Oreógia

A oreógia se alimenta de amores.

Vive à espreita de casais apaixonados ou, na falta destes, mães e pais amorosos. Quando encontra sua vítima, suga dela todo o amor que pode.

O amante parasitado acorda um dia sem saber o que sente por aquela pessoa ao seu lado.  E vai embora, mais vazio do que nunca.

(Houve um caso de uma mulher que, atacada por uma oreógia, simplesmente matou-a: era tanto o seu amor que arrebentou o estômago da besta.)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s