Biblioteca de Babel (61): Desquadrinhos, 1964-1991

A antologia reúne as melhores tirinhas da série Desquadrinhos, a primeira (e, que eu saiba, a única) a adotar radicalmente o padrão texto puro.

Os quadrinhos das tiras, publicadas semanalmente na revista Eureka, eram todos vazios de qualquer desenho. Nada de personagens, nem de cenários. Apenas os espaços para os recordatórios (muitas vezes imensos, ocupando quase todo o espaço) e os balões.

Ainda que muitos críticos tenham se recusado a considerar Desquadrinhos como uma verdadeira HQ, o sucesso (especialmente no período mais turbulento dos anos 60) foi tanto que a série se manteve até a morte de seu autor (conhecido pelo pseudônimo PK), em 1991.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s