Criptoetimologia (37): Bactéria

O primeiro cientista a observar uma bactéria ao microscópio foi o holandês Antonie van Leeuwenhoek, em 1676. Mas foi só em 1828 que o alemão Christian Gottfried Ehrenberg propôs o termo. Derivado, segundo explicou, do latim bacteria, plural de bacterium, originado do grego bakterion (“bastão”).

Era a explicação oficial, e foi bem aceita. Contudo, cartas recentemente descobertas de Ehrenberg para Wilhelm Hemprich e Alexander von Humboldt revelam que sua intenção era outra. O naturalista diz abertamente aos seus colegas que “tais organismos, as formas de vida mais rudimentares e primitivas de que se tem notícia, merecem o nome de alguém com quem compartilhem tão baixo lugar na Criação”.

Ao que parece, ele se referia ao desafeto Theodore Baxter (1761-1843), seu rival e desafeto na Universidade de Berlim. Em outra carta, Ehrenberg agradece a Humboldt pela sugestão de uma falsa etimologia greco-latina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s