Bestiário (90): Miurut

Os europeus que primeiro entraram em contato com os namairãs, trezentos anos atrás, acreditaram erroneamente que eles veneravam um deus-escorpião. Na verdade, o animal representado nos seus objetos de culto era o miurut.

Fazia parte da cosmovisão namairã a crença de que para tudo no mundo existe um oposto. O oposto do escorpião, e símbolo máximo dessa dualidade, era o miurut: igual na aparência, porém não apenas herbívoro e inofensivo mas também capaz de curar os venenos com seu ferrão.

Deixar-se picar pelo miurut era comum entre os namairãs. Porém, só os iniciados conseguiam distingui-los dos escorpiões verdadeiros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s