Dramatis Personæ (102): Têtu

Jean Lanchion (1190-1247), dito Le Têtu (o cabeçudo), talvez o homem mais feio de todos os tempos, foi o modelo usado pelo escultor Jean de Chelles para os gárgulas da catedral de Nossa Senhora de Paris.

Lanchion, ajudante de pedreiro, foi descoberto pelo mestre arquiteto durante os trabalhos de construção da catedral. Aceitou posar sem cobrar nada em troca, exigindo apenas o direito de morar na majestosa Torre Norte. E foi do alto dela que se jogou para a morte, apenas um ano depois de tomar posse do lugar.

Durante anos acreditou-se que seu espírito assombrava a catedral gótica ainda em obras. A lenda só se dissipou depois que o papa Clemente VI ordenou que fosse celebrado um exorcismo na torre, afirmando que “a casa do Senhor não pode dar abrigo a Satã”.

Hugo teria pesquisado a fundo a história de Jean le Têtu antes de criar o personagem Quasimodo para o romance “Nossa Senhora de Paris”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s