Postais do Exílio (65): Munandeua

Em Munandeua fica o Cemitério dos Futuros Mortos.

Acredita-se que o solo do lugar tenha propriedades mágicas tão terríveis que, nele enterrando-se uma parte do corpo de uma pessoa viva (cabelos, unhas, dentes, qualquer coisa), ela morrerá em breve. Às vezes até mesmo roupas usadas e até retratos podem ser usados. Nesses casos, porém, quase sempre a morte causada é metafórica: derrotas militares e políticas, fim de carreira, obscuridade, decadência.

Atualmente as rígidas leis antifeitiçaria de Munandeua (estabelecidas depois do Massacre dos Corvos, há 156 anos) proíbem novos enterros no Cemitério dos Futuros Mortos. Contudo, não é segredo que a polícia afrouxa a vigilância nas madrugadas. E quem visita o lugar de vez em quando encontra a terra revirada em alguns pontos, prova de que alguém teve sua morte encomendada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s