Eu voto

Este texto já devia ter sido escrito há muito tempo, pelo menos há um mês, quando decidi todos os meus votos. Vai atrasado, mas vai. Pela ordem:

Presidente – Dilma Roussef – 13
Foi o voto mais fácil de decidir. Dilma é a manutenção de uma política de responsabilidade administrativa aliada à opção pela redistribuição de renda, uma união que provocou a melhor década da história recente do Brasil. A falsa premissa de que era preciso fazer o bolo crescer para depois dividi-lo deu lugar a uma visão de que o bolo só cresce depois que é dividido. Foi assim que passamos pela crise financeira internacional, foi assim que aumentamos o crescimento, foi assim que diminuímos a pobreza e a desigualdade. É assim que precisa continuar.

Governador – Sérgio Cabral Filho – 15
Não é que eu morra de amores pelo governo Cabral. Mas teve seus acertos, como as UPAs, as UPPs e, já no finzinho, a implantação (até que enfim!) do bilhete único. Foi fundamental no processo de escolha do Rio para sede dos Jogos de 2016. Não cometeu nenhum erro grave, que eu me lembre. Além disso, e o mais importante, votar em Cabral é fortalecer o bloco político que vem promovendo as mudanças de que falei acima.

Senador (1) – Lindberg Farias – 131
Vários motivos a escolher. Para fortalecer o apoio ao governo Dilma. Para não deixar Cesar Maia ir para o Senado. Porque Lindberg mostrou amadurecimento na sua trajetória política. Porque fez uma boa administração em Nova Iguaçu. Porque renova tanto o Senado quanto o PT. E porque ele tem fortes chances de se tornar governador do Rio em 2014, deixando a vaga para o seu suplente Emir Sader!

Senador (2) – Milton Temer – 500
O medo de pintar uma vaga para Cesar Maia ainda me deixa com o pé atrás. Mas votar no Crivella é dose. Então vamos de Milton Temer, que mesmo sendo desse partidinho mequetrefe é um sujeito responsável e, na hora de fazer avançarem as causas populares, não vai brincar de oposição em troca de uma fala no Jornal Nacional.

Deputada Federal – Jandira Feghali – 6565
Outro voto muito fácil de escolher, e o que mais me empolga depois da Dilma. Jandira, em quem votei mas que infelizmente não consegui eleger senadora em 2006 nem prefeita em 2008, dessa vez vai pra Brasília. E com ela na Câmara melhora substancialmente o debate sobre saúde, direitos da mulher, minorias, aborto, cultura.
E ainda tem outra coisa: Jandira é Mengão.
Como é que eu não votaria nela?

Deputada Estadual – Cida Diogo – 13313
Pena que a Câmara vai perder Cida Diogo, que se candidatou à Assembleia Legislativa. Tem meu voto porque, assim como Jandira, vem sendo uma batalhadora pelos direitos da mulher, pela ampliação da saúde pública, pelas minorias, pelo meio ambiente.

É isso aí. Agora é resolver a parada no primeiro turno. Se possível, mandando a oposição pra segunda divisão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s