Bestiário (81): Oreya

Ao contrário das outras cobras, que ou são peçonhentas ou constritoras, a oreya vale-se de outro expediente para matar suas vítimas: a inanição. O nome quer dizer justamente “ladra de comida” na língua Iban, falada em partes da Malásia, onde vive.

Ela procura animais maiores, e às vezes seres humanos, entra em suas bocas e desce até o estômago. Lá chegando, vira-se e sobe novamente até a faringe. Ali passa a se alimentar de tudo o que a vítima põe na boca.

Quando alguém é atacado por uma uma delas e não consegue arrancá-la antes que desça até o estômago, só existe uma saída: passar a comer excrementos. A cobra sai imediatamente. Mas nem todos conseguem fazer isso e muitos acabam morrendo de fome, enquanto alimentam a oreya.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s