Criptoetimologia (25): Estéril

A história de Ester, rainha da Pérsia, é contada na Bíblia, num livro que leva o seu nome. No entanto, apesar de a narrativa bíblica mostrar que a jovem judia conseguiu se tornar a favorita do imperador Assuero e assim evitar o massacre do seu povo, nada se diz sobre filhos que ela tenha tido com o marido.

Por uma razão simples: a rainha, apesar de abençoada por Javé, não podia ter filhos. E foi de seu nome que surgiu o adjetivo “estéril”, ou seja, “semelhante a Ester”.

(Observe-se ainda que a rainha inicialmente se chamava Hassadah, “aquela que sofre”. Só depois mudou o nome para Ester, do persa satarah, “estrela”.)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s