Folhinha (21): Dia da Liberdade de Observação

O dia de hoje é comemorado por astrônomos e cosmógrafos do mundo inteiro. Eles recordam o patrono Gugliemo Manfredi (1566-1632), que se rebelou contra a proibição de observar o céu.

No início do século XVII, o telescópio, inventado em 1609 por Galileu, começou a ganhar popularidade por toda a Itália renascentista. Preocupado com a revolução das ideias que começava a se propagar, o bispo de Nápoles baixou um decreto em 1616 proibindo a observação dos corpos celestes, sob a alegação de que “não cabia ao homem investigar o trabalho de Deus”.

Manfredi, que construíra ele mesmo seu próprio telescópio a partir de instruções de um manuscrito de Galileu, não se sujeitou ao decreto. Apontava secretamente suas lentes para o céu, enquanto reunia anotações sobre o movimento dos astros.

Descoberto pelas autoridades eclesiásticas, foi levado a julgamento em 28 de outubro de 1619. Os inquisidores pretenderam obrigá-lo a abjurar e renunciar para sempre ao uso do aparelho. Mas ele respondeu que, caso não pudesse mais observar o céu, dirigiria sua atenção e sua curiosidade para as casas “do outro lado da ponte Nucchia”, onde trabalhavam as meretrizes da cidade, e consequentemente para os clientes de seus serviços.

Foi posto em liberdade e no mesmo dia revogou-se o decreto. Desde então, a observação dos corpos celestes é livre. em Nápoles e por toda a parte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s