Biblioteca de Babel (45): Orelhas completas

Aliás, o autor de “Cabeça” (ver a postagem anterior, Biblioteca de Babel 44) era conhecido justamente pela qualidade das orelhas que escrevia. Enquanto outros escritores eram constantemente requisitados para redigir introduções e prefácios para obras de terceiros, ele se especializava nos sucintos parágrafos que acompanhavam as capas. Em muitos casos, criando obras superiores às que recomendava.

Foi questão de tempo para que um editor um pouco mais inteligente propusesse uma coletânea de sua obra auricular. Mas eram tão bons os textos que não foi possível selecionar os melhores. Impôs-se a publicação das Orelhas completas.

Anúncios

Uma resposta para “Biblioteca de Babel (45): Orelhas completas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s