Bestiário (54): Onédria

Onédrias são minúsculas aranhas que tecem suas teias no interior do tubo digestivo de alguns mamíferos, entre eles o homem. Longe de serem nocivas, desempenham um papel fundamental no controle de parasitas, alimentando-se de vermes intestinais.

A onédria humana, também chamada de cumuzum em algumas regiões de Minas Gerais, Goiás e Bahia, é porém uma agente dupla. Põe seus ovos dentro das larvas de vermes, que deixa escapar para que contaminem outros hospedeiros, levando junto consigo a sua cria. Ou seja: para sobreviver, precisa prejudicar o próprio homem.

Mesmo assim, seria pior sem ela para combater os efeitos das infestações.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s