Dramatis Personæ (52): Neuza

Toda lenda começa em algum lugar. E as lendas urbanas começam en Neuza.

Foi ela quem, ainda criança, espalhou num colégio pela primeira vez a lenda da Loura do Banheiro, história que mais tarde adaptaria para criar a Noiva da Dutra. Adolescente, fez um corte no próprio ventre para iniciar o boato sobre ladrões de rins. É provavelmente a autora do spam sobre o livro de geografia americano que mostra a Amazônia como território internacional. Foi vista pedindo anéis de latas de cerveja para juntar dez mil e trocar por um computador, isso quando mal existiam computadores pessoais. E, como não poderia deixar de ser, está também por trás do mito de que Beto Carrero e Pedro de Lara eram a mesma pessoa e por isso nunca foram vistos juntos.

Há quem duvide da existência de Neuza. Mas fartos dossiês comprovam não só a sua responsabilidade por estes fatos mas também pelo desaparecimento do jacaré que vivia no metrô de São Paulo — por puro ciúme. O Ibama está na sua pista.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s