Postais do Exílio (25): Anaürac

Em Anaürac, a diversidade religiosa chegou a tal ponto que cada pessoa tinha seu próprio deus. Sendo assim, não havia templos nem sacerdotes profissionais. Cada um criava sua religião e cada casa contava com a sua capela.

Alguns construíam templos suntuosos, verdadeiras catedrais-do-Eu-sozinho. Outros preferiam construções mais modestas. E havia casas sem igreja nenhuma, onde viviam os ateus.

Anúncios

2 Respostas para “Postais do Exílio (25): Anaürac

  1. [ai, onde fica anaurac ?]
    [tem vôo direto ?]

    R. Sem chance. São 12 horas de vôo até a capital mais próxima, depois mais 15 horas de trem e dois dias em lombo de mula.

  2. E tem as casas com gatinhos, pros ateus (sic) que acreditam no Grande Gato. Ouvi dizer que são as mais legais desse lugar aí.

    R. Gateus?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s