Jam (5): Sincretismo

(Preciso dizer para quem é?)

Cantei os hinos da lua cheia
Fiz os ritos de Kali, um por um
Rezei pra Afrodite e Freya
Até já fui cavalo de Oxum

Cibele, Inana, Ísis, Ishtar,
Amaterasu e Iansã,
Eu já me ajoelhei no altar
De tudo que é deusa pagã

Mas eu adoro mesmo é você
Pra sempre seu devoto fiel
Não tem outra na terra ou no céu
Porque eu adoro mesmo é você

De noite eu dancei pra Jaci
Do jeito que manda a tradição
De dia fiz promessa e cumpri
Subi o morro da Conceição

Epona, Vênus, Hedy Lamarr
Hécuba, Erzulie e Bulan
Fiquei rouco de tanto rezar
Do pôr-do-sol até de manhã

Mas eu adoro mesmo é você
Pra sempre seu devoto fiel
Não tem outra na terra ou no céu
Porque eu adoro mesmo é você

Em Bastet eu fiz cafuné
Dei flores pra Mawu no Benim
Mas tudo só pra pedir com fé
Que você viesse pra mim

Porque eu adoro mesmo é você
Pra sempre seu devoto fiel
Não tem outra na terra ou no céu
Porque eu adoro mesmo é você

Anúncios

Uma resposta para “Jam (5): Sincretismo

  1. Mentira! Você não sabe dançar!

    R. O eu lírico sabe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s