Arquivo da categoria: Dia do Inimigo

Feliz Dia do Inimigo

Banner

Hoje é dia de retribuir a todas as pessoas que representam um peso, um estorvo, um atraso de vida. Que apodreçam no Inferno.

Contagem regressiva

Banner

Faltam 22 dias.

Só para lembrar

Banner

É amanhã, viu?

É triste saber que muita gente tem nos inimigos a sua verdadeira razão de viver mas não se lembra deles no seu dia. Pensando melhor, bem feito pra essa gentalha.

Falta uma semana

Banner

E aí? Já decidiu quem você vai xingar muito no Twitter esse ano?

Quase esqueci

Banner

Mas vamos começar mais uma vez a contagem regressiva para o Dia do Inimigo. Faltam apenas duas semanas. É ano de eleição, quando surgem novas inimizades e outras, antigas, se tornam mais fortes.

Hoje

Banner

A homenagem especial do Dia do Inimigo 2009 vai para o time do Flamengo, que faz a alegria de todos os adversários. Até o ano que vem!

Faltam 9 dias

Banner

A comemoração oficial do Dia do Inimigo 2009 deveria ser uma sessão solene no Senado Federal. Já estava tudo marcado, com vários senadores inscritos para a troca de ofensas. Mas, depois do recente acordão entre oposicionistas e base aliada, não há mais condições.

Contagem regressiva

Banner

Faltam três semanas para o Dia do Inimigo de 2009.

Não esqueça a minha caloi. Calói, se você for um inimigo da reforma ortográfica.

É hoje!

Banner

Comemore, mas não abuse.

Pensando bem, abuse sim.

É amanhã

Banner

Muita gente critica a comemoração do Dia do Inimigo. Dizem que é mais uma jogada comercial, uma data inserida no calendário apenas para aumentar os lucros de pistoleiros e espancadores profissionais.

Mas nós, que somos de raiz, sabemos apreciar o espírito da coisa. E damos o maior valor àquela tramóia simples, executada sem grandes orçamentos, mas planejada com muito ódio no coração, que é o que importa. Inimigo de verdade não se importa com inflação, crise de alimentos, essas bobagens. Isso só motiva mais.

Faltam seis dias

Banner

Uma falha que vejo em todas essas redes sociais, sites de relacionamento e congêneres é a insistência no foco na amizade, sempre superestimada. Você sempre recebe a opção de convidar, adicionar e classificar os seus “amigos”.

Mas como ficam os inimigos? Só resta ignorá-los?

Alguém deveria criar um Orkut ou Facebook do mal. Todas as comunidades se chamariam “Eu odeio o…” e seria impossível rejeitar ou apagar recados. Também gostaria de ver um Linkedin em que, no lugar das recomendações de ex-colegas de trabalho, todas as pessoas ficassem marcadas por alertas do tipo “esse incompetente arruinou o projeto em que tivemos a infelicidade de trabalhar juntos”.

Eu aposto que seria um sucesso.

Faltam 15 dias

Banner
E como a data se aproxima, hoje vamos fazer um teste para você ver se está pronto para comemorar:

1 – Quantos inimigos você tem?
a) 0
b) 1
c) De 2 a 10
d) Parei de contar

2 – Você já se reconciliou com um inimigo?
a) Sim
b) Nunca
c) Algumas vezes, para esfaquear pelas costas em seguida
d) O que é “reconciliar”?

3 – Qual o maior motivo para iniciar uma inimizade?
a) Dinheiro
b) Ciúme
c) Inveja
d) Não preciso de motivos

4 – Seu(sua) inimigo(a), vamos reconhecer, dá o maior caldo. Você pegaria?
a) Nem que fosse o último ser vivo da face da Terra
b) “Sabia que asfixia aumenta a excitação sexual?”
c) Foi assim que começamos a brigar
d) Acho que ódio dá o maior tesão

5 – O gênio da lâmpada lhe concede um desejo, mas tem que ser algo para o seu inimigo. O que você escolhe?
a) Morte lenta e dolorosa
b) Vida lenta e dolorosa
c) Uma fração de segundo de felicidade plena que jamais se repetirá
d) “Um desejo? Só? Gênio, você não sabe com quem se meteu!”

6 – Complete a frase: “O inimigo do meu inimigo é meu…”
a) Amigo
b) Aliado estratégico
c) Concorrente
d) Próximo alvo

7 – Qual o seu provérbio preferido?
a) Inimigos, inimigos, negócios à parte
b) Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória, mas não mais do que isso
c) Deus me livre dos meus amigos, que dos meus inimigos eu sei cuidar
d) Mais vale um inimigo na mão do que dois pelas costas

A contagem de pontos é simples. Um ponto para cada resposta na letra A, dois para letra B, três para C e quatro para D. Some tudo e confira seu perfil:

De 7 a 10 pontos - Você não vai muito além de “ficar de mal” no parquinho.
De 11 a 16 pontos – Você guarda rancor, mas sem cobrar juros.
De 17 a 25 pontos – Você dá uma boiada para entrar numa briga. E nunca sai dela.
De 26 a 28 pontos – Para você, todo dia é Dia do Inimigo.

Faltam 24 dias

Banner

Ouvistes o que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, digo-vos: Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem. Fazendo assim, tornar-vos-eis filhos do vosso Pai que está no Céu, pois Ele faz com que o Sol se levante sobre os bons e os maus e faz cair a chuva sobre os justos e os pecadores. Porque, se amais os que vos amam, que recompensa haveis de ter? Não fazem já isso os cobradores de impostos? E, se saudais somente os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não o fazem também os pagãos?

(Lucas 6, 43-47)

Não deixa de ser bonito. E eu sou a favor dessa história de amar os inimigos. Aliás, amor é provavelmente uma das cinco principais origens de grandes inimizades. Cobrança de impostos, de acordo com o Evangelho, deve estar bem próximo. Um dia desses tenho que fazer uma lista.

Mas, voltando ao tema, eu apóio sem restrições a mensagem evangélica. Sou a favor de fazer o bem aos inimigos. E o que poderia ser um bem maior que dar a eles ainda mais motivos para nos odiar? Alimentar rancores é o mínimo que se pode oferecer a quem tão gentilmente oferece a sua inimizade.

Falta um mês

Banner

Começou a contagem regressiva para a festa mais esperada do calendário. É o Dia do Inimigo, aquele em que celebramos as rivalidades alimentadas ao longo de anos de escaramuças.

Os comerciantes já anunciam suas promoções. Celulares programados para receber spam via SMS todas as madrugadas. Roupas naquele corte perfeito para fazer qualquer pessoa se sentir feia. O CD do Roberto Justus.

Mas o Dia do Inimigo não é só comércio. Pelo contrário. Está na hora de resgatarmos o verdadeiro sentido dessa festa, lembrando que ela existe para celebrar alguns dos mais importantes sentimentos humanos: inveja, ira, ciúme, rancor, despeito, intolerância.

E você? Como e com quem pretende comemorar o Dia do Inimigo?

Bom apetite

Banner

Eu gostei tanto
Tanto quando me contaram
Que lhe encontraram
Chorando e bebendo
Na mesa de um bar
E que quando os amigos do peito
Por mim perguntaram
Um soluço cortou sua voz
Não lhe deixou falar

Ai, mas eu gostei tanto
Tanto quando me contaram
Que tive mesmo que fazer esforço
Pra ninguém notar

O remorso talvez seja a causa do seu desespero
Você deve estar bem consciente do que praticou
Me fazer passar essa vergonha com um companheiro
E a vergonha é a herança maior que meu pai me deixou

Mas enquanto houver força em meu peito eu não quero mais nada
Só vingança, vingança, vingança aos santos clamar
Você há de rolar como as pedras que rolam na estrada
Sem ter nunca um cantinho de seu pra poder descansar

(Lupicínio, “Vingança”, 1952)

O velho gaúcho sabia que vingança é um prato que se come frio ou quente, com molho ou a seco, cru ou cozido, no ponto ou queimado, salgado ou doce, e até se bebe em vez de se comer. É a grande pedida para comemorar o Dia do Inimigo, amanhã.

Corra para a locadora

Banner

Faltam apenas quatro dias para o Dia do Inimigo. E se você ainda não sabe o que fazer para comemorar uma data tão importante no calendário festivo cívico religioso e folclórico, pode conferir algumas dicas de filmes sobre inimigos:

1 – Inferno no Pacífico (“Hell in the Pacific”), John Boorman, 1968. Lee Marvin e Toshiro Mifune brincando de cão e gato numa ilha deserta. Refilmado como “Inimigo meu” (Wolfgang Petersen, 1985), com Louis Gosset Jr no constrangedor papel de um alienígena grávido.

2 – Dois velhos rabugentos (“Grumpy old men”), Donald Petrie, 1993. Jack Lemmon e Walther Matthau como dois sujeitos que adoram se odiar.

3 – O grande truque (“The prestige”), Christopher Nolan, 2006. Hugh Jackman e Christian Bale levam a arte de dar o troco às últimas conseqüências e David Bowie rouba a cena.

4 – O corvo (“The raven”), Roger Corman, 1963. Poe deu voltas no túmulo, mas Vincent Price e Boris Karloff protagonizam o melhor duelo de magia da história do cinema.

5 – Os duelistas (“The duelists”), Ridley Scott, 1977. Keith Carradine e Harvey Keitel mostram que nada é melhor que disputar o mesmo duelo de sempre.

Mas lembre-se: a categoria “filmes para recomendar ao inimigo” é outra. Aí entram “Betman begins”, “Zardoz” e coisas parecidas.

Clap, clap, clap

Laerte

Uma genial do Laerte, só para lembrar que falta uma semana para o Dia do Inimigo.

Com carinho

Banner

Ryan Block apresenta várias sugestões de presentes que servem perfeitamente para comemorar o Dia do Inimigo. Meu preferido é a Hello Kitty que explode. Mas os tradicionalistas sempre podem recorrer às formas mais clássicas de presentear.

Faltam apenas 19 dias! E você, o que vai dar?

Por Nêmesis!

Banner

As origens da comemoração do Dia do Inimigo são controversas. Há quem diga que foi nessa data que foi exibido o desenho animado em que Tom e Jerry, até então amigos, se enfrentaram pela primeira vez, numa virada que salvou os personagens do esquecimento a que pareciam condenados e criou uma das duplas de maior sucesso na história da animação — uma prova do valor das grandes inimizades.

Outra hipótese é de que em 23 de agosto de 1329 um servo do Conde de Murchat roubou uma galinha de uma granja das terras do Barão de La Sennette, iniciando um conflito que levou a batalhas sagrentas e, em última análise, à divisão até hoje entre esquerda e direita na França.

A razão mais provável, entretanto, é de que se trate de uma atualização da Nemesea, a festa grega em homenagem a Nêmesis, deusa da vingança. Alguns historiadores afirmam que para celebrar a festa as pessoas davam a seus inimigos bolsas de estrume, sendo esta, portanto, a origem da expressão “presente de grego”, e não o cavalo-de-pau de Odisseu às portas de Ílion. Ou quem sabe o cavalo tenha sido ele mesmo inspirado pelo costume, evidentemente desconhecido dos troianos.

Timeo danaos et dona ferentes.

Banner

A um mês de mais um Dia do Inimigo, Almanaque lança um apelo para que todos se unam nessa grande celebração. Cães e gatos, rubro-negros e vascaínos, petistas e tucanos, árabes e judeus, baianos e pernambucanos, brasileiros e argentinos, Horda e Aliança, gregos e troianos, os fãs de Emilinha e os de Marlene, chaguistas e amaralistas: vamos todos pensar numa forma criativa de sacanear o outro lado.

Porque odiar é um ato de amor.