Criptoetimologia (54): Bergamota

“Tangerina”, como se sabe, quer dizer “oriunda de Tânger”. As frutas vinham do Marrocos e foram chamadas inicialmente de “laranjas tangerinas”. Mas e “bergamota”, como se diz no Rio Grande do Sul?

A hipótese que deriva o nome da expressão turca “beg armúdi” (literalmente “pêra do príncipe”) exige um certo esforço de imaginação: que alguém, algum dia, tenha considerado a tangerina uma espécie de pêra. Um duplo twist carpado etimológico, digamos assim.

A verdade é que quem levou as primeiras tangerinas (vindas do Marrocos, decerto) ao sul do Brasil foram mercadores italianos, em sua maioria da cidade de Bérgamo. “Bergamotos” era como os gaúchos se referiam a esses comerciantes, de forma mezzo afetiva, mezzo pejorativa. E as tangerinas se tornaram bergamotas.

As restrições às importações trazidas pelos italianos, aliás, foram o principal motivo da Revolta da Bergamota, em 1836. Até então, no Rio Grande do Sul eram igualmente usados os dois nomes, “tangerina” e “bergamota”. Este, a partir do conflito, ficou tão associado à fruta que acabou prevalecendo.

About these ads

2 Respostas para “Criptoetimologia (54): Bergamota

  1. Eu acho que tangerina e bergamota não são a mesma coisa.
    A tangerina, que eu lembre, é quase igual uma laranja, e a bergamota deixa um cheiro no indivíduo que a manuseou que dura por horas, quase igual o do azarado que decide comer um milhopã.

    E também, onde que entra a mexerica nessa história?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s