Arquivo do dia: segunda-feira, 7/5/2012

Dramatis Personæ (149): Turana Doll

Seu último projeto multimídia, o mais ambicioso da sua carreira, é também o de maior orçamento. Para concluir a obra, precisará, entre outras coisas, coletar materiais na Lua, gravar uma orquestra sinfônica na Antártida e incendiar uma plantação de açafrão.

O único meio que encontrou de arrecadar os fundos necessários foi vender seu corpo. Em partes.

Cada financiador recebe um certificado que lhe garante a posse de uma parte do corpo da artista, a ser entregue logo depois que ela morrer (sem obrigações de prazo, contudo). Os órgãos serão entregues em perfeito estado de conservação, podendo ser usados para transplante, alimentação, mera exposição ou de qualquer outra forma que o comprador desejar.

O cérebro, naturalmente a parte mais cobiçada, foi dividido em lotes. O mais caro foi o lobo occipital esquerdo.

Faltam apenas três dedos e o baço para completar o orçamento.