Dramatis Personæ (35): Johann van Neessen

Em sua época chegou a ser considerado o maior cartógrafo da Europa, o que valia dizer do mundo. Já nos últimos anos de vida, porém, viu seus mapas sendo desprezados e tidos como incorretos, desgosto que provavelmente foi a causa da sua morte, aos 57 anos, em Haia.

O pecado de Van Neessen era ver o mundo como retratistas vêem pessoas. O que os pintores faziam pelos nobres que encomendavam retratos, mostrando seus modelos mais belos e nobres do que realmente eram, o cartógrafo reproduzia nos seus mapas, ampliando fronteiras, montanhas, vales, rios e mares de acordo com o desejo dos reis e príncipes.

Van Neessen provavelmente riria do GPS, do Google Maps e de outras ferramentas. Ou pelo menos dos tolos que acreditam ver nas imagens de satélite uma reprodução fiel e objetiva do mundo em que vivem.

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s